trenó

nesse blog só tem gente legal!
santa provided by bunnyhero labs

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Natal na porta de casa


CAPACHO DE NATAL!!

Material necessário

- Tintas à base de água, verde e vermelha
- Pincéis de vários tamanhos, de cerdas duras
- Vasilha com água para limpar os pincéis
- Capacho de fibra de coco (usamos um de 30 X 60 cm)
Passo-a-passo
O primeiro passo é fazer o molde.
Para isso, tire as medidas, dividindo o comprimento do capacho
por quatro e a largura por dois.
Ficam oito quadrados.
Ela faz molde para dois quadrados.,
Daqui a pouco você vai entender por que.
Desenhe um pinheirinho, bem natalino e corte com estilete.
Em seguida, corte um pinheiro no molde do quadrado inteiro usando uma régua como apoio.Vai ficar como uma imagem em "positivo" e "negativo".
Coloque o molde sobre o capacho e prenda com alfinetes longos.
Prenda bem.
Agora, chegou a hora da pintura.
Primeiro com a tinta vermelha.
Com o pincel bem cheio de tinta, pinte por fora do molde, no meio da fibra do capacho.
Molhe o pincel quantas vezes forem necessárias.
Segure o molde com a mão na hora de pintar em volta da árvore.
Quando acabar, tire o molde e com o cabo do pincel faça as bolinhas de natal.
Com a tinta verde, comece a pintar a árvore no quadrado ao lado.
Quando acabar, tire os alfinetes.
Veja como ficou.
Depois, prenda o molde no retângulo ao lado, mas não esqueça de inverter o
desenho para não ficar tudo igual.
Pinte, tire os alfinetes e repita o processo nos outros retângulos.
Depois de pintar, deixe secar por 24 horas.
Esta é só uma idéia.
Publicado 05/12/2008 23:37:00 de "Aprenda Fazendo"

Achei um trabalho fácil, barato e de bonito efeito para sua porta, para das as boas vindas às suas visitas no Natal.
Bom trabalho!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Quem foi S.Nicolau, o Papai Noel?


Quem é Papai Noel....

Este santo nasceu no século III, em Patras (Grécia), no seio de uma família rica. Com a morte dos pais, o filho entregou a outras pessoas todos os seus bens e optou pela vida religiosa. Com somente 19 anos, foi ordenado sacerdote e logo arcebispo de Mira. Sua fama de generosidade com as crianças transcendeu sua região, atribuindo-se a ele todo tipo de milagres e lendas. A uma delas lhe deveu o mito de distribuidor de presentes que lhe converteria finalmente em Santa Claus. E os milagres foram tantos que ele acabou se tornando o padroeiro de muitos coletivos (navegantes, boticários, moças...) e de povos (viquingues, russos...). No século XI, o roubo de seus ossos promoveu sua fama por toda a Europa. Em meados do século XIII, a comemoração do seu dia passou da primavera a 6 de dezembro, e sua figura foi relacionada com as crianças, a quem deixava presentes, vestido de bispo e montado em burro. A contra-reforma católica supôs que, sem renunciar ao dia de sua festividade, passasse a entregar os presentes no dia 25 de dezembro, tal como fazia o Menino Jesus, segundo a tradição desses tempos e que ainda hoje continua em alguns pontos da América Latina. São Nicolau com seus presentes chega cedo na Holanda, em novembro. Ele aparece vestido com indumentária de bispo, ele viaja em um barco com seu ajudante que é chamado Preto Peter e que usa uma roupa espanhola. Diz-se que ele e seus ajudantes vivem a maior parte do ano preparando as listas dos presentes e escrevendo cada comportamento das crianças em um livro muito grande. Muitas pessoas vão às docas de Amsterdã cumprimentá-lo. Montado em um cavalo branco cor da neve, ele é recebido por todos. Na Holanda, fazem até cobertura jornalística. No jornal da criança, ele aparece dando entrevista e dizendo onde seu barco se encontra. Existe um roteiro de cidades que ele visita. Na cidade de Deventer, é por lei proibida a sua aparição antes do dia 5 de dezembro. Às vezes, é engraçado encontrar com um montado numa motocicleta ou carro, indo para uma festinha de escola. Dia 5 de dezembro é a véspera do Dia de São Nicolau, quando os presentes são trocados na Holanda

.(http://www.velhosamigos.com.br/DatasEspeciais/dianatal16.html)

Guirlanda feita de garrafas PET



Hoje resolvi postar algo que faz parte da decoração natalina,porém,feita com material reaproveitado,o que é ecologicamente correto,porque estamos evitando
que esse material fique poluindo o meio ambiente.
A guirlanda de PET é um artesanato muito bonito, barato e de alta resistência.
Com menos de 20 garrafas você poderá construir esse enfeite,os adornos da guirlanda
podem ser de materiais variados,desde fitas,fitilhos,a flores artificiais,o importante é a criatividade de quem a constrói.

Nesse link você encontrará o passo-a-passo para contruir a guirlanda:

http://www.scribd.com/doc/18172205/Guirlanda-Com-Garrafas-Pet

segunda-feira, 26 de abril de 2010

A Simbologia do Natal

Simbologias


Desde a sua origem, o Natal é carregado de magia. Gritos, cantigas, forma rudimentar do culto, um rito de cunho teatral, o drama litúrgico ou religioso medieval ganha modificações no decorrer dos séculos. Dos templos, a teatralização ganha praças, largos, ruas e vielas, carros ambulantes, autos sacramentais e natalinos. Os dignatários da Igreja promoviam espetáculos. Na evolução da história está a compreensão de todos os símbolos de Natal.

  • Árvore - Representa a vida renovada, o nascimento de Jesus. O pinheiro foi escolhido por suas folhas sempre verdes, cheias de vida. Essa tradição surgiu na Alemanha, no século 16. As famílias germânicas enfeitavam suas árvores com papel colorido, frutas e doces. Somente no século 19, com a vinda dos imigrantes à América, é que o costume espalhou-se pelo mundo.

  • Presentes - Simbolizam as ofertas dos três reis magos. Hábito anterior ao nascimento de Cristo. Os romanos celebrava a Saturnália em 17 de dezembro com troca de presentes. O Ano Novo romano tinha distribuição de mimos para crianças pobres.

  • Velas - Representam a boa vontade. No passado europeu, apareciam nas janelas, indicando que os moradores estavam receptivos.

  • Estrela - No topo do pinheiro, representa a esperança dos reis-magos em encontrar o filho de Deus. A estrela guia os orientou até o estábulo onde nasceu Jesus.

  • Cartões - Surgiram na Inglaterra em 1843, criados por John C. Horsley que o deu a Henry Cole, amigo que sugeriu fazer cartas rápidas para felicitar conjuntamente os familiares.

  • Comidas típicas - O simbolismo que o alimento tem na mesa vem das sociedades antigas que passavam fome e encontravam na carne, o mais importante prato, uma forma de reverenciar a Deus.

  • Presépio - Reproduz o nascimento de Jesus. O primeiro a armar um presépio foi São Francisco do Assis, em 1223. As ordens religiosas se incumbiram de divulgar o presépio, a aristocracia investiu em montagens grandiosas e o povo assumiu a tarefa de continuar com o ritual.


(http://www.arteducacao.pro.br/homenagem/Natal/natal.htm)

domingo, 25 de abril de 2010

Bolo de Reis

(foto: fromourhometoyours.blogspot.com)

Bolo de Reis é um bolo tradicional português que se come por alturas do Natal (25 de Dezembro) até ao Dia de Reis (6 de Janeiro), numa clara alusão aos mesmos (reis magos). De forma redonda com grande buraco no centro lembra uma coroa pintalgada por frutos secos e cristalizados.
No interior do Bolo de Reis encontram-se misturadas com a massa branca e fofa: passas, frutos secos, frutas cristalizadas além da característica fava, dizendo a tradição que tem o direito a pedir um desejo quem tal fava lhe calhar em fatia (ou muitas vezes cabendo-lhe o pagamento do jantar). Inicialmente escondia-se também em cada bolo rei uma pequenina surpresa ou brinde. A inclusão de brinde foi proibida pela União Europeia, por alegados motivos de segurança, já que o brinde é feito de metal.
No Brasil também existe a tradição do Bolo de Reis, que remonta ao período colonial e é uma herança cultural portuguesa. À pessoa que encontra a fava, cabe o dever de oferecer em retribuição ao dono da casa, no ano seguinte, um Bolo de Reis.
(fonte: Wikipédia)

RECEITA
Ingredientes

. 1 xícara (chá) de uvas passas pretas
. 1/2 xícara (chá) de ameixas pretas
. 1/2 xícara (chá) de damascos
. Raspas de casca de 2 laranjas
. 3 colheres (sopa) de conhaque
. 200g de margarina
. 1 xícara (chá) de açúcar mascavo
. 4 ovos (claras e gemas separadas)
. 1 lata de leite condensado
. 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
. 1 colher (sopa) de fermento em pó
. 1/2 colher (chá) de canela em pó
. 1/3 xícara (chá) de nozes picadas

Glacê:
. 2 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar de confeiteiro
. 4colheres (sopa) de suco de laranja
. Frutas cristalizadas para decorar
Modo de Preparo

Coloque as uvas passas, as ameixas, os damascos e as raspas de laranjas de molho no conhaque. Na batedeira, bata a margarina até forma um creme. Continue batendo e junte o açúcar mascavo e as gemas uma a uma. Adicione o leite condensado em fio e continue batendo até ficar homogêneo. Desligue a batedeira, misture a farinha, o fermento, as frutas picadas, o conhaque, a canela em pó, as nozes e as claras em neve. Coloque a massa em uma fôrma de furo central com 24 cm de diâmetro, untada e enfarinhada. Asse no forno preaquecido a 200º durante 40 minutos ou até dourar. Deixe esfriar e desenforme.
Glacê: Misture o açúcar com o suco de laranja. Cubra o bolo e decore com frutas cristalizadas.

Dica: Esse bolo é uma ótima idéia para presentear.
(Conteúdo do site ANAMARIA)Foto: Ormuzd Alves

sábado, 24 de abril de 2010

CURIOSIDADES


A ceia de natal envolve muitas tradições familiares. Algumas famílias têm suas próprias receitas “secretas” para a ceia de natal, outras comem apenas os pratos natalinos tradicionais, como peru ou chester.

Cada país tem em sua ceia de natal algumas peculiaridades. Os russos, por exemplo, evitam a carne e os Jamaicanos usam e abusam das ervilhas em suas receitas para a ceia de natal.

Na Alemanha come-se carne de porco. Pratos tradicionais de tempero forte também são muito comuns durante a ceia de natal.

Na Austrália, onde as festividades natalinas acontecem durante o verão, as pessoas costumam fazer a ceia de natal em praias. Na África do Sul, outro país que comemora o natal durante o verão, é comum fazer a ceia de natal em mesas colocadas do lado de fora das casas.

A ceia de natal brasileira incorporou várias receitas locais como a rabanada e o bolinho de bacalhau, que chegou ao país com a colonização portuguesa.
(fonte: http://www.presentedenatal.com.br)

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Artesanato de Natal em Vidro

Sempe assisti aos programas da Iara Capraro quando passava no Canal 9, era a única coisa que prestava prá se ver aos domingos. Fiquei fã dos trabalhos dela pois são fáceis, prá iniciantes mesmo, com materiais baratos e ela exibe todos os vídeos das aulas no site prá quem quizer copiar, sem frescura, e aprendi muitas técnicas legais. Esses vidrinhos que ela fez eu tentei fazer igual, acho que ficaram muito bonitinhos. Fotografei-os e coloquei junto à esse post, aí em baixo. Hoje, coloco o vídeo prá incrementar nosso blog com mais um elemento: o 1º vídeo!
video
Agora, os que eu fiz, a partir desse vídeo, claro, com algumas variações. Clique na foto para ver os detalhes.Servem para guardar biscoitos.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Rabanadas - Tudo de bom!




Essa é a receita que eu uso e sempre dá muito certo!

Ingredientes:

* 1 pão tipo baguete amanhecido
* 3 ovos
* 1 lata de leite condensado
* 2 xícaras de leite
* Açúcar e canela em pó para polvilhar
* Óleo para fritar

* Modo de Preparo:

1. Corte o pão em fatias.
2. Misture os ovos o leite condensado e o leite.
3. Passe as fatias nessa mistura.
4. Frite em óleo quente.
5. Escorra em papel toalha.
6. Polvilhe o açúcar com a canela.
7. Sirva a seguir.

Algumas dicas que deram certo para mim:

*Passe as rabanadas em farinha de trigo,antes de
serem fritas.Elas ficarão mais crocantes e sequinhas.
*Em vez do pão baguete,eu utilizo fatias de pão francês.
*Uma variação que deu certo,foi:em vez de polvilhar com
açúcar e canela,cobrir com uma calda feita de vinho tinto.

Bom Apetite!

(A receita original eu retirei do site "Tudo Gostoso",
testei várias vezes e aprovei.)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Olá
















"A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio
de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida"

(*Laur@´s Poesias http://www.laurapoesias.com/)




domingo, 18 de abril de 2010

Biscoitos de Pão de Mel e Gengibre

(do blog Celenices e Gulodices-Ana Celina Belotti)

“Assim, João e Maria chegaram na casa inteira feita de açúcar!” Quem nunca ouviu falar desta passagem que tire o primeiro pedaço! Criada pelos irmãos Grimm no começo do século XIX a estória de João e Maria tem muito a ver com o natal. Sabe por que? É uma tradição que teve início na Alemanha construir casas de pão de mel inspiradas neste conto, durante o natal. Mas por que no natal? E por que de pão de mel?
No começo da idade média gengibre, incrediente principal dos biscoitos de pão de mel e gengibre, não era uma especiaria fácil de ser encontrada na Europa. Mas conforme vieram as cruzadas o contato dos europeus com o oriente aumentou e várias especiarias começaram a entrar no paladar, inicialmente, do clero. Este não foi um período de grande desenvolvimento para as artes culinárias, a maior parte das mudanças e descobertas se deu entre as paredes dos mosteiros. Assim, foram os religiosos que tiveram inicialmente a idéia de fazer biscoitos com gengibre para celebrar as festas do inverno, mas eles se basearam em tradições da Europa Pré-Católica.
EEEEIIIII! E aquele biscoitinho do Shrek? Aquele biscoitinho do Shrek é a continuação dessa tradição… A Rainha Elizabeth I, da Inglaterra, resolveu fazer para sua festa de natal homenzinhos de pão de mel com a cara dos convidados!

Esta é a origem dos biscoitos de gengibre e mel que são tradicionais no natal! Agora você pode também fazer os seus! Tudo o que você precisa é criatividade, confeitos coloridos e alguns amigos que queiram te ajudar a decorar para fazer tudo mais divertido! Aqui em casa nós fazemos biscoitinhos desde que eu sou pequenina. Todos os anos tem a “festa dos biscoitinhos”. Fazemos 5 receitas desta que está aqui. Mas você pode fazer só uma, não perca tempo!
Mas atenção, eles começam um pouco durinhos e amolecem até o natal então não importa quando você for comer sempre serão deliciosos!

Você pode também tentar fazer uma casinha de pão de mel. Mas aí você esta sozinho meu caro leitor. Não conte para ninguém, mas eu nunca consegui fazer uma! Todos os anos elas caem por causa do clima tropical do Brasil. Fica muito mole. Mas é sempre legal tentar!

Receita de biscoitos de gengibre e mel

Ingredientes:
125g de açúcar mascavo.
125g de melaço, melado ou mel.
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de gengibre em pó
1 pitada de cravos socados
90g de manteiga
1 ½ colher de chá de fermento
500g de farinha de trigo peneirada
Sal
1 ovo ligeiramente batido
Glacê de açúcar opcional.

Detalhes:
Dissolva o açúcar com o melaço, especiarias e a manteiga em uma panela de fundo espesso, sobre fogo brando; aqueça lentamente até ferver (As especiarias, não precisam ser seguidas à risca, você precisa temperar a mistura como achar que fica mais gostoso, nós gostamos dele bem picantes).

Deixe a mistura esfriar e junte o fermento. Coloque a farinha e uma pitada de sal em uma tigela e faça uma cova no meio. Despeje a calda fria e o ovo, Misture do centro para fora, incorporando a farinha. Vire a massa sobre uma superfície enfarinhada e sove-a.
Divida-a em bolas, embrulhe-as com papel manteiga e guarde na geladeira por 30 minutos (mínimo).
Estenda a massa, pedaço por pedaço, com um rolo até ficar com 3mm de espessura (a espessura fica a seu gosto, mas todos devem ter o mesmo tamanho). Usando forminhas para biscoito, corte bonequinhos na massa (cavalos, cachorros, pessoas, árvores, números, ou whatever else you’d like).

Leve-as ao forno, aquecido a 170º, em assadeiras untadas, durante 8 a 10 minutos. Confeite os bonequinhos com glacê se você quiser.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Boneco de Neve





O boneco de neve, um dos símbolos do natal, é proveniente da neve existente no hemisfério norte, lugar que exige das pessoas uma convivência maior dentro das casas, e o clima natalino é um momento que proporciona essa convivência, onde as famílias se reúnem para confraternizar.

Em países frios, as crianças saem durante o dia para produzir o boneco de neve. Colocam duas bolas grandes de neve uma sob a outra, um cachecol, uma cenoura para fazer o nariz, um chapéu, laranjas para fazer os olhos e galhos para servir de pés e mãos.

Mesmo em países tropicais como o Brasil, o boneco de neve se transformou em peça de decoração de árvore de natal.

Por Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

Fonte:Símbolos de Natal - Natal - Brasil Escola

quinta-feira, 15 de abril de 2010




LENDA DA ÁRVORE DE NATAL

Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas e animais e até as
árvores sentiram uma imensa alegria.
Do lado de fora do estábulo onde o Menino dormia, estavam três árvores: uma palmeira, uma oliveira,e um pequeno pinheirinho.
Todos os dias as pessoas passavam e deixavam presentes ao Menino.
- Nós também Lhe deviamos dar prendas! - disseram as árvores.
- Eu vou dar-lhe a minha folha mais larga - disse a palmeira - quando vier o tempo do calor ele pode abanar-se com ela e sentir-se mais fresco.
Então disse a oliveira :
- E eu vou dar-lhe óleo.Perfumados óleos poderão ser feitos a partir do
meu sangue.
- Mas que lhe poderei dar eu?
- Perguntou ansioso o pequeno pinheiro.
- Tu? Os teus ramos são agudos e picam - disseram as outras duas árvores .-Tu não tens nada para lhe dar !
O pequeno pinheiro estava triste.Pensou muito,muito,em qualquer coisa
que pudesse oferecer ao Menino que dormia,qualquer coisa de que o
Menino pudesse gostar.
Mas não tinha nada para lhe dar.
Então um anjo, que tinha ouvido a conversa toda , sentiu pena da arvorezinha que não tinha nada para dar ao Menino.
As estrelas estavam a brilhar no céu .Então o anjo, muito de mansinho, trouxe-as uma a uma cá para baixo, desde a mais pequenina à mais brilhante e colocou - as nos ramos pontiabgudos do pinheiro. Dentro do estábulo, o Menino acordou . E olhou para as três árvores do lago de lá da gruta , contra a escuridão do céu.De repente as folhas escuras do pinheiro brilharam, resplandecentes, porque nelas as estrelas descansavam como se fossem elas.
Que lindo estava o pequeno pinheiro, que não tinha nada a oferecer ao
Menino...
E o Menino Jesus levantou as mãozinhas, tal como fazem os bebês, e sorriu para as estrelas e para aquela árvore que lhe iluminara a escuridão da noite.
E desde então o pinheiro ficou a ser, para todo o sempre, a Árvore de
Natal.
(História tradicional inglesa)

quarta-feira, 14 de abril de 2010

A origem do Panetone





Conta-se que no século XV, um jovem morador de Milão apaixonou-se pela filha de um padeiro. Porém o pai não era muito de conversa e não aceitava tal namoro, diante da situação o jovem resolveu se disfarçar de ajudante de padeiro e criou um pão doce.

Esse pão era diferente, com frutas saborosas e de um tamanho fora do normal para época, ganhou destaque na padaria também por ter uma forma de uma cúpula de igreja.

O jovem disse que o autor da receita foi Toni, pai da moça. Foi notável o crescimento de clientes, pedindo principalmente pelo “pão de Toni”. O nome deste pão doce sofreu algumas modificações durante o tempo até chegar ao que é hoje: panetone.

Existem outras duas versões sobre a história do panetone. Uma dela diz que ele foi inventado pelo mestre-cuca Gian Galeazzo Visconti, primeiro duque de Milão, que preparou a iguaria para uma festa em 1395.
A última versão conta que um certo Ughetto resolveu se empregar em uma padaria para poder ficar pertinho da sua amada Adalgisa, filha do dono. Ali ele teria inventado o Panetone, entre 1300 e 1400. Feliz com a novidade, o padeiro permitiu que Ughetto se casasse com Adalgisa.A partir da receita tradicional surgiram o chocotone e a colomba, sem falar das variações feitas a partir de suas tenras fatias, como é o caso do pudim e do biscoitinho frito de panetone.


(Colaboração da amiga Sônia)

Calendários de Advento





Os calendários do Advento atuais


O calendário tradicional consiste em dois pedaços de cartolina sobrepostos. Vinte e quatro janelas são cortadas na camada superior com um número entre 1 e 24 em cada uma delas. Começando no primeiro dia de dezembro, uma janela é aberta a cada dia, fazendo a contagem regressiva até a noite de Natal. De 24 até 1. Cada compartimento mostra uma imagem que pode ser tanto sobre o Natal ou o nascimento de Cristo quanto cenas relacionadas à festa de Natal, como bolas, pinheiros e estrelas.

Os calendários do Advento também podem ser feitos com um tecido com pequenos bolsos que são preenchidos com doces ou outras miudezas. Muitos calendários foram adaptados por comerciantes e artesãos para acomodar um pequeno chocolate ou outro confeito em cada divisão. Estes são freqüentemente direcionados às crianças, que esperam ansiosamente pelo Natal e pela chegada do Papai Noel.

O número de janelas também pode ser de 25, para cobrir o dia de Natal ou 31 e 32 para incluir a véspera de Ano Novo e o Dia de Ano Novo.

O calendário do Advento normalmente tem tamanhos padronizados mas pode ser encontrado em outros formatos como casa sem miniaturas. Outras formas são os calendários de feltro ou uma cadeia de velas que serão acesas a cada dia. A cidade alemã de Dresden tem um calendário gigante em um castelo no seu Mercado de Natal, o Striezelmarkt.

Atualmente também existem calendários do Advento eletrônicos para computadores.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Receita de Stollen


Caríssima(o)s: cá estou eu com uma nova receita, espero que gostem. É um pão de frutas alemão, quase um panetone, mas com suas particulariedades.

STOLLEN
ingredientes:
fermentação:
• 25g de fermento biológico
• ¼ de xícara de leite morno
• 100g de farinha de trigo
Junte tudo e deixe descansar por 20 minutos.
• 25g de açúcar
• raspas de 1 limão
• ¼ de colher de chá de sal
• 1 pitada de vanilina
• 1 colher de sopa de ron
• ½ ovo
Bater tudo e juntar à fermentação já crescida
• 100g de manteiga amolecida
• 100g de farinha de trigo
Misture bem os dois e acrescente ao restante da massa
• 80g de passas pretas
• 30g de amêndoas picadas
• 40g de frutas cristalizadas
Juntar à massa e deixar crescer até dobrar de volume
Colocar numa forma de calha ou de bolo inglês untada e deixar crescer até dobrar de volume outra vez. Assar em forno médio por 40 a 50 minutos. Retire o Stollen ainda quente da forma, pincele manteiga derretida e cubra com açúcar glacê peneirado.

domingo, 11 de abril de 2010



As Três Árvores
Havia, numa cidade, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.
A primeira, olhando as estrelas, disse:
- Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal, até me disponho a ser cortada.
A segunda olhou para o riacho e suspirou:
- Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas.
A terceira árvore olhou o vale e disse:
- Quero ficar no alto da montanha e crescer tanto, tanto, que as pessoas, ao olharem para mim, levantem os olhos e pensem em DEUS.
Muitos anos se passaram e certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, todas ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam.
Porém os lenhadores não costumavam ouvir e nem entender sonhos... Mas que pena...!

A primeira árvore acabou sendo transformada num coxo para animais, coberto de feno.
A segunda virou um simples barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias.
E a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em grossas vigas e colocada de lado num depósito.
E todas as três se perguntavam:
- Porque nos aconteceu isto?
Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, com mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu neném recém-nascido naquele coxo de animais.
E, de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo.
A segunda árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem que adormeceu no barco. Mas quando a tempestade quase o afundou, o homem levantou-se e disse ao mar revolto: "SOSSEGA..."
E num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o Rei dos Céus e da Terra.
Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando as suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela, pois fora condenado à morte mesmo sendo inocente.
Logo, logo, sentiu-se horrível e cruel, mas no Domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade, e que as pessoas se lembrariam de DEUS e de seu filho JESUS CRISTO ao olharem para ela.
As árvores tinham sonhos, mas as suas realizações foram mil vezes melhores e mais sábias do que haviam imaginado.
Portanto, por mais que não entendam o porquê das coisas, ou pareça estar tudo errado, lembrem-se que Deus sabe o que faz.Ele sabe o que é melhor para as nossas vidas.

(Desconheço o autor)

sábado, 10 de abril de 2010

TRONCO DE NATAL


É uma receita relativamente fácil de fazer e além de deliciosa, é decorativa numa mesa de Natal e impacta quem a vê. Mãos à obra, garota(o)s, nesse Natal dêem aquela caprichada e recebam só elogios!!!

Ingredientes

Massa
.5 ovos
.5 colheres(sopa)de açucar
.meia xícara(chá)de leite
.1 xícara (chá) de farinha de trigo
.meia xícara (chá) de amêndoas trituradas
.manteiga para untar
Recheio
.1 lata de leite moça
.1 colher (sopa) de manteiga
. meia xícara (chá) de amêndoas trituradas
peladas ,torradas e moídas
Cobertura
.1 lata de creme de leite
.1 tablete de chocolate meio amargo picado
. lasca de amendoas peladas,torradas,cerejas e folhas de
hortelã para decorar
.meia xícara (chá) de amêndoas trituradas
.manteiga para untar
Modo de Preparo
Massa: Em uma batedeira,bata os ovos até dobrarem de volume.Adicione o açúcar e bata mais um pouco.Diminua a velocidade da batedeira e junte o leite.Desligue e adicione a farinha e as amêndoas,misturando delicadamente.Despeje em uma fôrma retangular(30x41 cm).untada e forrada com papal-manteiga untado.Leve ao forno médio-alto(200ºc),preaquecido,por cerca de 30 minutos. recheio: Em uma panela,coloque o leite moça e a manteiga e cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela (cerca de 5 minutos). Retire do fogo,acrescente as amêndoas moídas e misture bem.Desenforme a massa e recheie.Enrole como rocombole com o auxílio do papal-manteiga. Cobertura: Aqueça o creme de leite em banho-maria.Adicione o chocolate picado,mexendo até que derreta.Espere esfriar e leve á geladeira por cerca de 30 minutos. Montagem Corte um pedaço do rocombole na diagonal e coloque-o na lateral,formando um tronco de árvore.Decore espalhando a cobertura de chocolate sobre o rocombole com uma espátula alisando bem.Em seguida,faça alguns sulcos com um garfo,para imitar a textura do tronco.Leve á geladeira para firmar(20 minutos).Sirva decorado.(receita do Mais Você - Ana Maria Braga)


NAVIDAD

Esse texto foi escrito num momento de reflexão...criado para o perfil do orkut.Mas senti a necessidade de colocá-lo aqui,porque esse blog é como uma extensão do perfil para mim.


"Foi muito importante pra mim,
criar esse perfil natalino.
É como se fosse um óasis, em pleno
deserto...deserto do corre-corre da
vida,deserto da frieza nos relacionamentos
cotidianos,deserto da superficialidade,
deserto da desesperança,do "ter",em
vez do "ser"...
Somente uma pessoa que admira,ama
o natal,sabe exatamente o que sinto
e o que quero dizer,ao escrever essas
palavras.
O NAVIDAD pra mim não é apenas mais
um perfil meu,ele tem cheiro,cor,movimento,
sons,sabores e muito,muito sentimento.
Ele vem embrulhado de vermelho e verde
de amor e amizade,
com uma fita dourada,repleta
de Alegria e Paz..."


♥ Drica ♥
21/03/2010

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Mais um Natal
















Mais Um Natal
(Por Nilcéia Antonioli)

Aí vem mais um Natal...
E com ele o encanto nas ruas,
nas vitrines,
nas músicas,
nas crianças....
Natal!!!
Nascendo!!!
É hora de deixar a emoção fluir...
As lágrimas vem com tanta facilidade
quando a gente olha para trás e lembra
dos Natais que enterramos
dos Natais que se passaram
dos Natais de nossa infância...
Lembra???
A gente era criança e nossos olhos brilhavam quando víamos aquelas luzinhas coloridas piscando para todos os lados...
um convite lúdico para ser feliz...
porém no Natal parece que a gente é ainda mais feliz...
quando é criança...
Sinos se misturam às gargalhadas daqueles que amávamos e se foram...
Sinos traziam Papai Noel esse ilustre personagem que roubou a cena do nascimento...
E a gente esquece Dele...
Porém quantos aniversários a gente já esqueceu nessa vida louca e corrida onde pessoas são meros detalhes...
O que será que aconteceria se Ele esquece da gente????
Natal...
Na ceia o tempero da vovó, das tias, primas, sobrinhas, da mamãe....
Ai que delícia era o arroz soltinho, o feijão, a saladinha do jeito dela....
Na decoração meu coração era mais vermelho e brilhante...
E as luzinhas dos meus olhos cintilavam de emoção por ver aproximar-se mais um Natal!!!
Hoje os cabelos brancos entregam ... já sei que Papai Noel não existe...
Mas te conto um segredo... ele existia sim... tinha um lindo trenó, renas, vinha com presentes... mas me dei conta que os presentes envelheceram comigo, porém algo cresceu e se renovou aqui dentro...
O amor pelos Natais!!!
ou será... o Encanto da União, da Reunião???
Aproveite esse Natal para RENASCER!!!Vamos lá!!! Acorda!!!!
O Natal chegou, dê-se um presente!!!
Encontre um velho amigo e faça renascer em ti o encanto daqueles momentos que passaram juntos e o tempo quase apagou...
Abrace alguém de um jeito diferente, demore mais tempo, sinta o calor, a reação... o perfume e se pintar uma lágrima... presentei-se com mais um pouco de humanidade nesse teu coração...
Abra o presente com cuidado... alguém esmerou-se naquele laço só para fazer você sorrir...
Sorria ou chore... o coração tem dessas coisas... nos prega peças incríveis...desnudando-nos...
quem sabe ao ver-te assim tão desnudo mais alguém irá amar você...
RENASÇA A ESPERANÇA!!!
Natal é nascer, nascer e nascer de novo para as velhas coisas da vida!!!
Feche os olhos, aperte-os como se fôsses novamente aquela criança e pense firme naquele presente que você tanto quer...
Jesus pode trazer ele de volta...
Se ele não vier... estará na canção...
Na lembrança...
No teu coração.. por isso PARE!!!!
Respire fundo e mergulhe para resgatar o amor que está morrendo...
Se Papai Noel ,que nem existe trouxe tantas coisas, quem dirá o lindo Jesus te trará....
NATAL ....
Seja feliz nesse Natal, deixe os sinos tocarem...
verás que é simplesmente teu coração batendo forte,
e a emoção vai rolarrrrrrr!!!!
RENASÇA NESSE NATAL!!!!

A COROA DE ADVENTO e sua história

















A Coroa de Advento e sua história

Há mais ou menos 150 anos viveu no estado de Hamburgo o Pastor Evangélico Johan Heinrich Wichern. Ele vivia muito triste, porque havia muitas crianças que viviam e mendigavam nas ruas. Elas não tinham ninguém que se preocupasse com elas.
Ele ficava pensando com seus botões e um dia ele resolveu que construiria um orfanato. Era uma casa simples que passou a se chamar “A Casa Rústica” e onde as crianças acharam um lar. Então veio o tempo de Advento e ele pensou como poderia comemorar com as crianças essa época, da melhor forma possível. Ele teve uma idéia! À noite ele chamaria todas as crianças perto dele, acenderia uma vela e contaria a elas histórias e oraria com elas. No dia seguinte ele acenderia duas velas – e assim seria, todos os dias mais velas, até que enfim, na noite de Natal, 24 velas iluminariam toda a área.
A alegria do Pastor Wichern era tão contagiante, que todos os seus amigos falavam sobre a Coroa de Advento e não demorou muito para que muitas famílias tivessem a sua Coroa. Pelo fato de nem todos possuírem grandes lustres, foi utilizado um galho de pinheiro e das 24 velas foram adotadas apenas 4, uma para cada domingo de Advento.
(Pessoal, traduzi esse texto de um site alemão de Natal, desculpem a concordância - por Tânia)

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Ganhei esse lindo presente!

Pensei em criar um perfil natalino no orkut...algo que
tivesse a minha cara,que me fizesse transpor os limites
do socialmente aceito,do natal vivenciado apenas no final
do ano.E no corre-corre da vida,parei e criei o tal perfil.
Foi uma idéia não só aceita por amigos,mas também,compartilhada,
o que me deixou feliz,tal qual criança frente à árvore de natal
acesa!
E agora,olha que presentão eu ganhei:Esse blog!Eu nunca parei
para pensar nessa possibilidade,mas a Tania Haskel,amiga e fiel
companheira natalina,me fez pensar,aliás,não só pensar,mas pôs
a mão na massa e concretizou,me presenteando com esse lindo
blog.
Ainda estou "apanhando" para aprender como movimentá-lo,mas
sei que com amigos,nunca estamos só,eles vão me ajudar,a
Tania,principalmente,madrinha do blog,porque sem ela,jamais
estaria agora,postando aqui.
Encerro com uma frase do Raul Seixas: "Sonho que se sonha só,
é só um sonho que se sonha só;mas sonho que se sonha junto é
realidade."
Obrigada,Tania,obrigada,amigas queridas,amigas do natal,por
sonharem esse sonho juntas comigo!Vocês não têm noção do
quanto estou feliz!

terça-feira, 6 de abril de 2010

Luzes, amêndoas torradas e vinho quente


Luzes, amêndoas torradas e vinho quente
Quando o mês de novembro chega ao final, começa na Alemanha o tempo da profusão de luzes e do cheirinho de amêndoas torradas e vinho quente. A DW-WORLD apresenta algumas das mais bonitas Feiras de Natal.
Muito conhecida é a Feira de Natal de Annaberg (28/11 a 21/12/2003), cujas origens remontam ao século 16. A atração nessa localidade da Saxônia são peças artesanais da região de Erzgebirge, como quebra-nozes em forma de soldados, incensórios em forma de homenzinhos e rendas de bilros. Schneeberg, também na Saxônia, abre sua feirinha no primeiro sábado do Advento, oferecendo igualmente objetos típicos da região, tais como as pirâmides de Natal, peças de madeira encimadas por hélices que giram impelidas pelo ar quente produzido por velinhas acesas.
Antigos e famosos
Tradição é o que não falta às feirinhas de Augsburg e Nurembergue, no sul do país. Em Augusburg, o costume teve início em 1498, quando se realizou a primeira feira local para venda de pães de mel. Hoje, a cidade bávara atrai nesta época do ano um milhão de visitantes. Sua feirinha começa sempre na quinta-feira antes do primeiro fim de semana do Advento e termina no dia 24 de dezembro.
Mais visitantes ainda acorrem à Christkindlkmarkt (feirinha do Menino Jesus) de Nurembergue. Mencionada pela primeira vez em 1628, ela é aberta todos os anos na sexta-feira antes do Advento e estende-se até a véspera de Natal. Atualmente vem atraindo a cada ano três milhões de visitantes. Desde 1948, realiza-se uma cerimônia especial de abertura, com o "Menino Jesus" (representado por uma adolescente da cidade, um papel cobiçado) declamando um prólogo.
O encanto natalino
A capital da Alemanha também sabe como aquecer não só os corações das pessoas com vinho quente e as chamas de velas. Em Berlim, a Feira de Natal da Gedächtniskirche começa a 24 de novembro e termina a 26 de dezembro. É a mais freqüentada de todo o país, com quatro milhões de visitantes. Ao todo, Berlim tem 45 feirinhas de Natal a oferecer. A mais recente realiza-se este ano na Gendarmenmarkt, uma das mais bonitas praças da Europa, com o nome de Feira do Encanto Natalino.
Um ar de nostalgia
A capital das feirinhas de Natal no norte da Alemanha é Hamburgo. A cidade portuária tem várias, que se estendem de 24 de novembro a 23 de dezembro. Mais uma vez promete ser grande atração a feira histórica diante da Prefeitura, promovida em cooperação com o conhecido Circo Roncalli. Com sua magia nostálgica, ela atraiu no ano passado dois milhões de pessoas.
Outras atrações em 2003:
• Düsseldorf: Feira de São Nicolau (20/11 a 23/12)
• Essen: Feira de Natal Internacional (15/11 a 23/12)
• Münster: Feira de Natal (24/11 a 21/2)
• Colônia: Feira de Natal ao lado da Catedral (29/11 a 21/12)
• Colônia: Feira de Natal Medieval no Museu do Chocolate (29/11 a 21/12)
• Rüdesheim: Brilho de Luzes na Drosselgasse (26/11 a 21/12)
• Trier: Feira do Menino Jesus (24/11 a 22/12)
• Chemnitz: Feira de Natal (29/11 a 21/12)
• Erfurt: Feira de Natal (28/11 a 22/12)
• Leipzig: Feira de Natal (26/11 a 21/12)
• Weimar: Feira de Natal (24/11 a 21/12)

Sejam toda(o)s bem-vinda(o)s, amiga(o)s do Natal


















Minhas amiga(o)s de amam o Natal, que mantém o espírito natalino vibrante durante os 365 dias do ano, estejam convidada(o)s a passear nesse blog recém criado, e colaborarem com suas estórias e histórias, fotos, gravuras, poesias, contos, receitas, lembranças, dicas, cartões, enfim, tudo que puder nos deixar unida(o)s para fazerem desse blog um sucesso!!!
Grande abraço!